Alívio do sofrimento psíquico do paciente sob perspectivas biológicas, psicológicas e culturais

A palavra psiquiatria deriva do idioma grego que significa dizer a “arte de curar a alma”, surgido no período que remonta a Idade Média do século V A.C. Evoluiu para o campo médico no século XVIII, quando as instituições para doentes mentais passaram a adotar tratamentos mais elaborados, mais assertivos e mais humanos. Finalmente, no século XX acompanhando o grande salto no que se refere ao conhecimento científico, introduziu-se na Psiquiatria classificações para transtornos e uso de medicamentos.

A Psiquiatria possui como meta o alívio do sofrimento psíquico buscando melhor bem-estar psicológico ao paciente. Nesse sentindo, o médico realiza no indivíduo uma avaliação sob perspectivas biológicas, psicológicas e culturais e, posteriormente considera as possíveis terapêuticas a serem trabalhadas como a psicoterapia e, quando necessário, adotar alguma medicação para compensar deficiências do próprio organismo. Para realizar avaliação, diagnóstico e tratamento de patologias relacionadas à saúde mental – as psicopatologias -, o profissional deve possuir especialização médica em Psiquiatria e pode, ainda, ter formação em Psicanálise.

Os tratamentos são realizados de duas maneiras, a ambulatorial e por internação psiquiátrica. Assim como em outras áreas da saúde, o cuidado com as psicopatologias é especialmente delicado e exige muito critério. Grande parte das doenças psiquiátricas ainda não possuem cura definitiva, onde alguns quadros surgem por um período breve e com poucos sintomas, enquanto que outros apresentam características crônicas que representam um imenso impacto na qualidade de vida da pessoa. Sendo assim, algumas doenças psiquiátricas necessitam tratamento em longo prazo ou por toda a vida, de modo que o tratamento também varia de paciente para paciente.

Principais áreas da medicina voltadas aos tratamentos psiquiátricos:

Psicopatologia;
Emergência Psiquiátrica;
Psiquiatria da Infância e Adolescência;
Psiquiatria Geral;
Psiquiatria da terceira idade;
Psicoterapia;
Toxicodependência;
Psiquiatria de ligação ou Interconsulta psiquiátrica;
Psiquiatria forense;
Epidemiologia psiquiátrica;
Psiquiatria Comunitária;
Psiquiatria Transcultural.

Veja também perguntas frequentes sobre os tratamentos psiquiátricos.