Campanha Craque Que é Craque Não Usa Crack

O Brasil possui mais de um milhão de dependentes químicos usuários de crack e na maioria jovens – cerca de 1,2 milhões. Diante dessa realidade extremamente preocupante foi que a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) criou em 2011, a campanha “Craque Que é Craque Não Usa Crack”. O propósito é motivar estes jovens a buscar atividades que os mantenham fora do circuito da droga, por meio da adesão de esportistas, artistas, comunicadores e personalidades influenciadoras.

A ideia é promover ações preventivas contra o consumo de drogas, transmitir mensagens dos artistas para os jovens; informar à mídia, bem como, a sociedade, sobre a gravidade do problema das drogas no Brasil. A iniciativa foi lançada no 29º Congresso Brasileiro de Psiquiatria e teve a participação do coordenador da Central Única de Favelas (CUFA) do Rio Grande do Sul, Manoel Soares.

Veja mais sobre psiquiatria e tratamento para dependência química.