Dependência Afetiva

Dependentes afetivos buscam a aprovação de tudo o que fazem e cobram comportamentos que satisfaçam exclusivamente as suas necessidades. Em outros casos, deixam-se levar pelas vontades do outro de modo evitar discussão, mantendo assim, uma relação de dependência em que não existe negociação ou alternância de liderança pacífica.

Muito comum nos relacionamentos amorosos, a dependência afetiva também pode ser aplicada entre familiares, amigos ou no ambiente de trabalho. A necessidade de estar permanentemente em contato com alguém, demonstra uma insegurança que prejudica a autoestima e o outro.

Em qualquer relação interpessoal, é saudável que ambos indivíduos cresçam juntos, o que não ocorre em casos de dependência afetiva, quando um soterra o outro. A longo prazo, a dependência afetiva pode levar o indivíduo a busca de satisfação em outros comportamentos, por vezes, alcoolismo, dependência química, transtornos alimentares e outros comportamentos autodestrutivos. Além disso, o paciente também pode evoluir para um caso de depressão ou de abuso psicológico ao submeter-se às regras dos outros.