Depressão e alteração de peso

Pessoas que passam pelo transtorno depressivo maior, a depressão, costumam apresentar notável alteração de peso, tanto pela falta de apetite quanto por outras disfuncionalidades provocadas pela doença. Mesmo que alguns indivíduos apresentem aumento de peso em fases depressivas menores, no transtorno depressivo maior a perda de peso é mais comum.

As alterações físicas provocadas pela depressão e que levam à perda de peso são causadas, principalmente, pela falta de apetite, entretanto, o mau funcionamento do organismo também colabora para o quadro. Isso acontece porque a depressão está diretamente ligada a produção de neurotransmissores como a dopamina e a serotonina, sendo o intestino um grande produtor dos mesmos.

Sendo assim, por vezes, os níveis de dopamina e serotonina estão tão abaixo do normal que acabam por desregular o metabolismo do intestino, que passa a diminuir a absorção dos nutrientes necessários. Dessa forma, mesmo comendo, muitos desses pacientes seguem perdendo peso, podendo chegar de oito a dez quilos no período de um mês e meio ou dois.

Leia também nosso artigo sobre tratamento do transtorno alimentar.