Em pouco tempo a Depressão será a doença mais incapacitante do mundo

O Brasil é o campeão em casos de depressão na América Latina, chegando a 6% da população, o que equivale a 11,5 milhões de indivíduos. No mundo, a depressão cresceu 18% nos últimos dez anos e, até 2020, será a doença mais incapacitante do planeta, que hoje habitam 300 milhões de pessoas depressivas. Quando severa, a depressão leva a disfunção no trabalho, escola ou meio familiar.

Apesar desse impacto imenso sobre a sociedade, menos da metade dessas pessoas chegam a aderir ao tratamento psiquiátrico de fato. Boa parte disso se deve ao preconceito em relação aos transtornos, o que ocorre tanto por parte do paciente quanto por parte das pessoas ao entorno. Além do mais, a Psicofobia ainda é muito presente e causa forte estigma nos meios profissionais, sociais etc.

No mais grave dos quadros, a depressão pode levar ao pior, sendo ela a maior causa de suicídios – 800 mil suicídios ocorrem todo ano no mundo -, e a segunda maior causa de morte de indivíduos entre 15 e 29 anos.

Cada vez mais a psiquiatria conta com tratamentos eficazes para a depressão moderada e grave. Diante disso, é muito importante que pessoas próximas, ao notar algum sintoma, ofereçam ajuda, uma vez que sair dessa sozinho é impossível para o doente. Apoio é fundamental para que a pessoa possa ter um tratamento adequado e não a deixe se tornar uma crítica condição de saúde.

Veja sobre o tratamento da Depressão.
Acesse também a landpage sobre Tratamento da Depressão em Porto Alegre.

Fonte: OMS, Nações Unidas Brasil, World Health Organization.