Esquizofrenia e a perda da noção clara entre realidade e delírio

De modo geral, os principais sintomas da esquizofrenia são delírios, alucinações, pensamento desorganizado

Marcada principalmente por alterações significativas no funcionamento do cérebro, levando a distúrbios no que se refere a pensamentos e emoções. Além disso, ocorrem mudanças de comportamento e perda da noção clara entre realidade e delírio. A esquizofrenia pode ter diagnóstico em qualquer idade, porém, é mais comum entre pessoas de 15 a 35 anos. A doença se manifesta por meio de diferentes tipos, como a esquizofrenia paranoide, catatônica, hebefrênica ou indiferenciada.

De modo geral, os principais sintomas da esquizofrenia são delírios, alucinações, pensamento desorganizado, anormalidades nos movimentos, alterações de comportamento, sintomas negativos, falta de atenção e concentração e alterações de memória. A esquizofrenia atinge cerca até 1% da população e, mesmo que não tenha uma cura, é controlada por meio de medicamentos como antipsicóticos devidamente orientados pelo médico psiquiatra. Como forma de reabilitar o paciente para a sociedade e para a família, não raro é indicada a psicoterapia.