Transtorno de Imagem: preocupação com defeitos imaginários ou triviais em seu próprio corpo

O Transtorno Dismórfico Corporal (TDC), conhecido também como transtorno de imagem, é uma condição mental relacionada a uma preocupação exagerada com a própria imagem. Essa dismorfia corporal faz com que a pessoa se incomode profundamente com defeitos imaginários ou triviais em seu corpo. Mais comum em indivíduos solteiros na faixa que vai de 15 a 30 anos, o transtorno é de difícil diagnóstico, uma vez que é visto por muitos como vaidade excessiva.

Suas causas envolvem baixa autoestima, necessidade de afirmação na infância, autocrítica destrutiva, transtorno de ansiedade ou de depressão. Além disso, algum tipo de abuso sexual na infância está presente em grande parte dos casos. Geralmente, a preocupação da pessoa diz respeito a aspectos do rosto, como falta de simetria ou desproporção entre nariz, olhos e boca.

Alguns desses pacientes reconhecem haver uma preocupação exagerada em relação a determinado possível defeito, enquanto outros acreditam piamente em sua percepção e na sua “feiura”. No diagnóstico do transtorno de imagem, considera-se o nível de preocupação com a aparência, bem como, o quanto esse comportamento interfere negativamente na rotina da pessoa.


Veja também sobre transtorno alimentar.